31 de agosto de 2008

Estava diferente, ela sabia.
De fato, alguma coisa havia mudado.
E quando uma coisa muda, tudo muda.
Ínfimas proporções...
O céu estrelado, o coração rasgado e só.


[...]

2 comentários:

**Jadinha Almeida** disse...

Profundo prima!
Profundo!!
Bjus

Pavitra disse...


e quando uma coisa muda,
pode crescer
se for regada...

mas quando o coração rasga
tbm muda e emudece...